Novo Sistema Trappist-1

Novo Sistema Trappist-1
+ 7 Planetas

domingo, 21 de dezembro de 2014

Agenda Cosmológica. Dezembro/4 2014

Última semana de dezembro do ano 2014 e registramos a entrada de sol e lua na casa do marrom, do signo de Capricórnio que tem como representante o próprio planeta Terra. Os donos do "pedaço" em gíria paulistana, os mais alinhados, sintonizados, favorecidos; e os que tem maiores chances de acertar a fórmula, por assim dizer, ou de estar em posse de, desta fórmula! É como se vê desde minha posição. Em termos de planetas não há grandes variações e continua a dessintonia de fundo entre a fé e o poder nesta guerra sem fim. O que muda sim é o foco que se dirige ao próprio planeta com todos seus afluentes, quem se sentir descolocado perante a comilança e gastança estará mais desperto.
Não tem nada certo aqui isto se tornará mais evidente nos próximos dias e o calor do verão exponenciará a situação já que a tônica deste é o crescimento exuberante. Muita hidratação e alimentos leves, fiquemos perto da natureza, tomemos banhos de sol de terra de água de sal o verão é para ceder ao corpo seus desejos, agradá-lo, libertá-lo e obter o prazer dele! Feliz verão!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Agenda Cosmológica: Dezembro/3 2014.


Esta é uma agenda cosmológica.
Observamos que cada dia esta dividido em 4 partes que chamamos de campos. Estes campos são claramente diferenciáveis entre si se prestarmos atenção.
A prescrição cosmológica convida a acompanhar os passos do método científico ( por natural inclinação) onde o primeiro e intransponível passo é o da observação. É um dos motivos pelo qual quase no primeiro contato o pesquisador-estudante-curioso-praticante-etc, é compelido àcompanhar as "horas cosmológicas" e para tal empreita o ideal é  ver o sol nascer e se por, e acompanhar todas as luas em nascimentos e ocasos e assim nossa própria impressão vai se formando, a diferencia entre um dia e outro o que nos fornecerá a base de dados próprios e reais sobre qual é a "marca" de cada cor-energia. Também as vigílias se fazem necessárias para acompanhar a volta completa da terra ( uma única vez que se faça na vida fica registrado no cérebro).
Aqui nada se dá por "certo absoluto" mais a cada avanço, a cada impressão, aparecem novas respostas e meu certo absoluto me diz que quanto mais a decodificamos, mais ela se codifica.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

Planetas: excelente e agitadíssimo!

olá planetas!!! sexta feira dia verde promissor, o sol na casa do vermelho e a lua na casa do preto passa para a casa amarela por volta do meio dia. Agitadíssima esta sexta que começa muito bem por conta de verde e amarelo positivos que nos empolgam e favorecem os aspectos terrenos e nos deixa com o verbo afiado na ponta da língua, por outro lado os sentimentos estão tensionados por conta de preto e ranco negativos acrescidos de violeta e rosa, que influenciarão de maneira tensa todo o elemento água, isto pode desestabilizar então controle e objetividade no trabalho caem bem durante a manhã; após meio dia fica muito bom, por que celeste e violeta entram positivos e junto com verde e amarelo deixam todo o elemento ar à favor que se somará ao terra; expansão diversão leveza nesta tarde de sexta muito auspiciosa!!!! Criatividade e papos em alta, muito lindo!!! Depois do por do sol, violeta e prata entram negativos aqui poderemos ter atrasos e perdas de tempo.
Signos Favorecidos: Sagitário Capricórnio Virgem Touro. Escorpião e Câncer ( tarde)
Signos tensionados: Gêmeos Leão. Escorpião e Aquário (manhã) Escorpião Peixes ( noite)
foto Juana Lamari

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Assim nos ensinava Juan, contando histórias.

a economia viva nasce do consumo consciente e este de uma mudança radical no modo de pensar; não se trata de um conceito novo, e sim de um antigo conceito esquecido pela genética atual, que é o de não tomar mais do que o necessário da natureza, apenas o que vamos consumir; contava nosso querido mestre Juan que a primeira vez que os índios de uma tribo por onde passou o convidaram a pescar, ele foi e viu que era fácil pegar os peixes e se empolgou pegou um dois três ... orgulhoso da sua "façanha", ao voltar para aldeia teve que comer aqueles peixes todos in natura, eles pescam somente o que vão comer
foto Juana Lamari

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Agenda Cosmológica. A Situação dos Planetas na segunda semana de dezembro 2014.


Esta agenda cosmológica nos mostra em forma de cores-energias a polaridade dos planetas ( positivo-negativo),, polaridade esta dominante que cada qual interpreta com as armas que tem, lei-a-se  "argumentos", digo isto por que sucede que o signo negativo o sinal de menos na matemática representa àusência de tal quantia na operação, e na cosmologia representa algo mais,  que é o confronto de forças, a situação angulosa, espinhuda, não necessariamente ruim, às vezes apenas necessária. Digo isto para analisarmos esportivamente a questão de preto e branco em confronto já que nos acompanhará até entrados 2015 e não poderemos ignorá-lo.
A semana começa de maneira inspirada por conta de amarelo e dourado positivos que acrescenta muita graça e fluidez no verbo que a base das conquistas da semana. Cuidado apenas com o verde contra que junto com o branco manipulam o fogo, o fogo esta muito limitado hoje especialmente.
Então cuidado com o que acreditamos ser certo ( branco) e cuidado com aquilo que achamos que nos pertence (preto)
Signos estimulados: Aries Virgem
Signos confrontados: Leão Gêmeos Touro Escorpião (tarde)

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Planetas: Na aceleração crescente rumo ao Verão.

olá planetas!!! quinta feira vermelha o sol na casa do vermelho e a lua crescente na casa do verde. Alta primavera, na natureza tudo se prepara para o crescimento exuberante do verão. Depende desta boa base, o rendimento da estação mais produtiva do ano.
Os planetas nos sorriem durante o dia, dourado celeste e verde fazem a festa nesta quinta um trio mais que iluminado farão a contrapartida a base negativa de preto e branco pela qual atravessamos.
A noite a situação muda e radicaliza por conta do verde que despenca e passa para negativo junto com o violeta; é o horário do crepúsculo, e os manipuladores do fogo se encontram negativos; à meia-noite, o violeta se negativiza com o rosa que aliado ao preto deixam o elemento água negativo também. Esta noite de quinta está excepcionalmente perigosa, e se opõe de maneira vertical à benevolência das horas do dia.
Signos energizados: Sagitário. Aries. Touro e Câncer (até o por do sol).
Signos contrariados: Gêmeos Leão Escorpião Touro (noite) Aquário ( madrugada)

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

A Cosmologia e Juan Rodam o Mundo.

A cada vez que se reconta a história aparecem matizes, entrelinhas, sub-tons, e infinitas sublimações que não deixa de me admirar, me repensar, e me nutrir incansavelmente das mesmas notas e cores que magicamente em cada tempo e cada nova combinação, obtêm um produto diferente.
Entre os milhares de peregrinos que sobem A Montanha, de todos os povos e costumes, e conseguem absorver deste ensinamento conseguem ao colocar sua própria visão e deduções aportes novos vértices e ângulos insuspeitados. Assim nossa amada matéria cresce, ganha novos caminhos vertentes; aqui a versão e o trabalho do grupo de Portugal!

Apresento aqui então a versão de Susana Estrada http://www.taoki.pt/pro/susana-estrada



sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Planetas: Neste quadro uns se desesperam e outros se libertam.

olá planetas!!! sexta feira iluminada verde de fé e terra perfumada, primavera o sol na casa do vermelho tinto de ações e paixões; e a lua nova na casa do rosa saberá representar vários papéis ao londo do dia. Será o "comodim" do jogo, a rainha do xadrez.
Mantemos uma tensão entre preto e branco que já nos acua no sentido do material e também no tradicional/religioso, o que é evidente a nível do globo, o sistema monetário esta em crise, e o sistema de crenças idem. Neste quadro uns se desesperam e outros se libertam já que o mesmo princípio causa efeitos diferentes em uns e outros. Quero ressaltar também que o indicativo serve para aprender a mover-nos conforme à música, então o fato de estar negativo, no caso preto e branco até inicio de abril de 2015; esta informação nos dá uma referência de atuação, no caso não utilizemos nem horas pretas e nem brancas; ou se temos que usá-las, saibamos onde estamos pisando.
Hoje então o violeta ditará as regras, pela manhã vai tensionar o celeste afetará os romances e as comunicações, após o meio dia, tensionará o rosa e não haverá risadas para as gracinhas e nem lugar para elas, e após o por do sol tensionará o amarelo por esse motivo os acordos poderão não ver a conclusão. Para finalizar, após a meia noite violeta e prata positivos no céu iluminam a madrugada de todas as luzes que o dia não viu! Dia movimentado que exigirá de nós muito jogo de cintura. Boa Jornada!!!
Signos favorecidos: Sagitário. Aquário. Escorpião e Peixes (madrugada).
Signos tensionados: Gêmeos Leão. Escorpião e Câncer (manhã) Aquário (tarde) Virgem (noite)
Archivo de Judy Fucks.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Planetas: Sejamos Livres, que o demais não importa nada!!! Fase muito produtiva pela frente!

olá planetas!!!terça feira hoje, dia celeste egoico de água, o sol na casa do vermelho de fogo e fé e a lua nova na casa do marrom. Uma configuração muito produtiva e temporada de trabalhos aberta. Podemos dizer que temos uma fase muito produtiva pela frente, se aproxima o verão onde a memória genética nos alenta para aproveitar o clima e a disposição. Tudo esta em crescimento e a tendência é à expansão. Para podermos ter um rendimento melhor, cuidados com àlimentação e hidratação do corpo são fundamentais. É uma época de grandes gastos energéticos saibamos compensar utilizando sabiamente os ingredientes. Onde o maior segredo ao meu ver são as combinações.
Os planetas mantem um xeque entre preto e branco onde talvez não contemos com o material necessário (preto) ou não obtenhamos a credibilidade que precisamos (branco).
Signos beneficiados: Sagitário Capricórnio
Signos tensionados. Gêmeos Leão. Escorpião (manhã e madrugada) Sagitário (madrugada)

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Agenda Cosmológica. última semana de novembro 14.


olá planetas!!! esta e a última semana de novembro, no fim de semana sol e lua ingressaram na casa vermelha e instauraram assim uma nova lunação. O vermelho é o combativo, guerreiro, o Hércules do cérebro. Assim nossa energia esta em ascensão. Simultaneamente, preto e branco, irmão de fogo e primo de fé do vermelho ficam tensos entre si, e àção pode ficar paralisada; ou por falta de material (preto) ou por falta de credibilidade (branco). Nossas posses e nossas crenças é o que acreditamos seja, o que sustenta nossa posição na Terra, com ambas em xeque energético podemos sentir-nos inseguros e não acreditar que seja o momento oportuno de acionar. A semana se apresentara tensa por conta desta situação pontual do fogo e ar o que deixa entrever que as atividades de terra e água estão mais acalentadas. Amor e trabalho sem grandes operações de risco, ofertarão segurança e conforto à semana espinhuda que temos pela frente. Capicci?
Signos favorecidos: Sagitário. Capricórnio.
Signos tensionados: Gêmeos Leão.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Planetas! a Segunda NoVa chegou!

olá planetas!!! dia vermelho da paixão incoerente da força abismal primordial intempestuosa do vermelho, a lua pela 2 vez nova no violeta, é como um passado futuro um dejà-vû, uma segunda chance de refazer renovar ressarcir, vejo assim pelo violeta ser este anjo Gabriel fatal e destruidor cruel por vezes mas sem dúvida reconstrutor, reciclador do lixo humano, água por sobre todas as coisas, que se entrega sem receios, sem medo de se sujar poluir queimar seja lá o que for e vier num tempo 5.
O violeta então esta positivo esta manhã o que seria a glória se não fossem seus irmãos celeste e prata estarem contra* o dia inteiro, (bem caberia aqui algumas imprudência das quais me/nos pouparei) mas é isso ai, esta tudo certo tudo à favor para as águas reinarem, mas os parentes decidem ir contra,
maaa o que fazer? Pela simples dedução não conseguiremos agradar gregos e troianos, e a escolha é a única saída.O dia é vermelho e o prata esta contra, teremos problemas na terra,problemas de tempo, atrassos adiantos destempos falta de estratégia e planejamento. O dia é vermelho e o violeta esta a favor com sol e lua!!!! A fé se renova encontra novos caminhos argumentos pretextos.




Tinha Eu começado um tempo atrás a desconstruir meu nome e tirei o Ana que não sei por qual razão quis se independizar de Maria e passei a assinar Flavia Mari.  Novamente um questionamento interno me fez ver que não poderia me livra de Ana, já que estava incluído no cardápio; ai no dia 12 das bruxas na Cidade das Estrelas tive que assinar meu nome de bruxa e assinei Juana LaMari.
Heis que mudei de nome? Não! Remanejei aqui, uns cortes acolá, algumas inversões e ficou perfeito, ainda com homenagem explícitas e cifradas!!! Podem chamar de nome artístico!!!!

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Planetas: e a tremenda dificuldade de ser (uno mismo)! trad: de ser quem se é?

olá planetas!!! hoje quarta dourada de brilhos subliminais, o sol transita os últimos degraus do campo violeta - das conclusões- e a lua azul minguante e fulminante nada deixa escapar da conta final. Um fenômeno inadvertido aparece no campo de ar, as 3 hs da madrugada a lua entra na casa violeta e teremos uma segunda lua nova violeta; muito significativo ao meu ver, não que seja incomum mas tem sua relevância, como uma segunda chamada.
Pessoalmente me atacou o branco, me surpreendi com a lembrança dos rachas, dos rompimentos e quebras que tive que encarar na minha vida, para seguir a Juan. E a primeira que me veio foi uma de Buenos Aires mesmo, do nosso grupo de Teatro ( 84/86), que era uma cinza renascida da fogueira do TiT (extinto em 1983) e contava com alguns dos seus mais resistentes membros! Lá tinha treta também e se acentuo com o retorno de Juan que estava exilado no Brasil e veio clandestino a recrutar,
ops! resgatar algumas cabeças. O primeiro racha dizia, foi então por lá, com meu grupo, meus parentes sanguíneos, meus amigos de toda-vida, minha cidade natal, foi um adeus só. Tive que cortar com muitos para conseguir isso.
Agora é muito mais divertido, exemplo recente: ( o profeta Juan quando perdemos a rádio me disse: -não se preocupe, iremos ter tv) ( anos depois... claro que quando aparece um candidato que me vem com um projeto para ganharmos  aparelhos para fazer tv ... óbvio que vou votar nele!) me vejo como uma quixota meio-idiota, tentando seguir o plano, o que?, o mano insano, o delírio feliz, que é este: A Montanha uma Terra para Nós. (do que eu entendi) semea-la de crianças que precisem um ventre que as acolha e abrir as portas das 7 Realidades que nos devolvem finalmente ao Criador. Pode se considerar este um plano ruim?
foto Ana Luíza Monteiro

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Agenda Cosmológica. Novembro/3 2014.



Olá planetas!!! esta e a terceira semana de novembro e sua qualificação cosmológica. É a última semana do mês violeta, e a fase da lua é a minguante.
Temos uma semana finalizante pela frente, o violeta nos chama a levar as coisas à conclusão, e a minguante nos indica que as forças se encontram nas raízes.
No sábado 22/11/14, teremos a entrada do sol e lua na casa do vermelho, e se inicia uma nova fase, um novo "mês" cosmológico.
Aproveitemos esta última semana do violeta para poder costurar finalmente a peça que vinhamos alinhavando o ano inteiro.
É uma semana "clave" diria, não podemos perder nem um minuto, planifiquemos e operemos conforme à planificação, não há pior furo do que contrariar a própria palavra.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Agenda Cosmológica. Novembro/2 2014.





A Montanha uma Terra para Nós!
Foi esta a primeira definição dada pelo primeiro amante e morador e fazedor de milagres concretos xamã da nossa Tribo: Juan Carlos Ernesto Ramon... -quantidade de nomes para uma Grande Coisa Só-que na sua intensa e desaforada experiencia humana a viu e imaginou como um campo experimental da escola da vida, onde separou 7 realidades distintas em 7 geografias, e provou que a única maneira de aprender è: fazendo-o.
- Aprendi com os índios do Equador- me disse: - eles não dão explicações, não dão aulas, não respondem perguntas, não outorgam diplomas, não aceitam outros moldes para ter credibilidade, apenas te permitem acompanhar e observar , e você tem de tirar suas próprias conclusões!-
Assim Juan acompanhou e observou nesta tribo e algo do que aprendeu se empenhou com alma e vida para repassar para nós... segundo suas próprias últimas palavras foram: "não consegui ensinar nada a ninguém" junto com o filme " a mentira é a estratégia da verdade", jamais saberemos qual parte foi a estratégia e qual a verdade.
Fica com cada Um uma parte indivisível do que viveu viu observou perto deste Gigante MaisdoqueNotável e absurdo mais que humano homem.
Uma das partes que mais acredito é na parte da Escola ou Escolha da Montanha; e que é dessa maneira que devemos ensinar, como aprendemos; por isso dividiu a Montanha em 7 partes onde fosse possível vivenciar essas 7 Realidades (e não somente falar delas); e que assim uma semente humana poderia se Educar para a Vida na Terra.
Isso é o que quero repassar; além das pontes do mec e dos diplomas, é esta Educação da Escola Invisível da Montanha do Juan, que ficou inscrito na minha memória, que é diferente de todas, e que consegue, de fato, Ensinar alguma coisa.
Ao mestre com carinho 

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Planetas: ciclos, estações, pontualidades do Tudo.

olá planetas!!! hoje terça feira dia celeste de água e de ego, o sol na casa do violeta de água e de fé, e a lua cheia na casa do celeste!!! Destaque absoluto do elemento água! Bom nem precisa dizer que as emoções e intensidades tomam conta do espectro de uma maneira tal que até as palavras encontram dificuldades!!!
Todos os elementos em ascensão por que o violeta é a Lua e esta está cheia; é um momento ideal para deixar rolar todas as águas que estavam represadas, é primavera a umidade se intensifica e com ela a vida se renova e tudo brota com o estímulo da água; é a vez do hemisfério sul ver a sua bonança. É muito interessante ter presente sempre que do outro lado no hemisfério norte esta acontecendo o oposto, é outono, começa a nevar e ao espírito se predispõe ao aquietamento, a própria Terra nos ensina com seus ciclos e astros que pontualizam estações e marés, que nunca é todo para um lado e nada para o outro, nem sei por que o ser humano continua com acreditar que o bom é bom 100% do tempo, o Tudo nos demostra que quando lá é obscuro aqui é claro e vice-versa.
Signos favorecidos: Escorpião ( após meio dia) Câncer Virgem e Peixes Aries (noite)
Signos ofuscados: Escorpião (manhã) Sagitário Leão Gêmeos ( até a meia noite)
Signos Ativados: Aquário Libra Gêmeos ( madrugada)

Erich Sattelmayer

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Os parâmetros gregos do teatro*

Muitos do conhecimentos passados por Mestre Juan, além daqueles vivenciados e absorvidos em parte, permanecem como enigmas, incitando a índole investigativa de seus seguidores.

Com o sol Marrom (Capricórnio), os pressupostos que ele insistia em passar ressurgem com força para mim, embasando algumas conclusões extraidas dos fatos ocorridos, bem como das ameaças coletivas previstas, sonhadas, imaginadas e consequentes respostas durante o intenso mês de sol Vermelho (Sagitário).

Relembrando, os pressupostos referem-se aOS PASSOS DA DANÇA Cósmica (nesta dimensão):
Morphe – Códigos, regras – Marrom egóico (Terra).
Mimesis – o que não é; representação; diálogo – Rosa egóico  (Saturno)
Agon – enfrentamento –  Vermelho de fé (Marte).
Lusus – ilusão  –  Verde  de fé (Júpiter).
Ilinx – vertigem; ritmo;  conjunto de ações –  Amarelo anárquico (Mercúrio).
Alea – azar; imprevisto -  Preto anárquico (Plutão).

Nesta dança, entram: três energias de Terra (Marrom, Verde e Amarelo), duas de fogo (Vermelho e Preto) e uma de Ar (Rosa). Ficam de fora: as três de Água (Celeste, Violeta e Prata), uma de Fogo (Dourado) e duas de Ar ( Branco e Azul). Para a Cosmologia Energética, o Dourado é o Sol, o Pai, com o qual o Branco tem um relação misteriosa; o Azul é Deus.

O ritmo que, segundo Mestre Juan, pode ser constatado na música de Richard Wagner, é:
                     3 - 1 - 1
                     1 - 2 - 2
                          1 - 3
Convido estudiosos e curiosos sobre o tema a ajudarem a encontrar a chave desse mistério. Aberta a novas contribuições, passo um pouco do que vislumbrei recentemente, com base em minhas experiências. 

A energia que ocupa meu chacra umbilical, responsável pelo meu movimento físico, é o dissolvente Vermelho. Destarte, as tentativas de ficar parada, acalmar-me, frente a um momento de importante virada são infrutíferas. Guerreiro por natureza, o Vermelho reage às tensões preparando-se para o enfrentamento, para a luta, sempre predisposto à guerra. É o Agon.

Para dar finalidades, razões a essa energia neste plano tridimensional, são necessários códigos, regras - o Morphe - através do qual é possível distinguir o inimigo a quem direcionar todo o ódio e retalhar como a um boneco de palha, traçar o objetivo que se deseja atingir. Entram aqui os parâmetros de perfeição, a pirâmide do poder.

Reconheço este ponto de partida no meu cotidiano, embora seja uma pessoa que defende a paz. Trago ideais de como deveria ser o mundo, de como deveriam ser as pessoas. Luto por isso, direciono, ainda que em silêncio, minha raiva e intenção destrutiva para as atitudes que contrariam a ideia de respeito e amor que cultivo.

Aquilo que cultivo são as ilusões das quais me nutro - Lusus.  Como me relaciono, tento convencer as pessoas é o script que sigo - Mimesis. Quando parto para a ação propriamente dita, conto com o imprevisto, a probabilidade de não conseguir - Alea.Mergulho de cabeça - Ilinx (quando não interferem outras energias).

É assim que danço neste plano.

Quando observo de fora, em Azul - como se fosse deus, ou Dourado/Branco - como um pai de família, condeno a belicosidade. Não encontro razão para ela.  Ocorre o mesmo se vejo em Violeta, com a consciência do sofrimento que isso causa,  como mãe - em Celeste, ou em Prata - o guerreiro que deseja que a guerra termine, ansiando pelo retorno a um reino que não é deste mundo.

viahttp://cosmologiapesquisa.blogspot.com.br/2013/01/dancas-e-dimensoes.html
sua " Última Cena" Juan Uviedo e a Câmara Maluca em São Thomé das Letras
oKtubre 2009 El Provocador.

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Emoção Total :Premio al TIT ( taller de investigaciones teatrales). Juan* Buenos Aires 29/10/14




Pablo Navarro ..."logramos engañarlos, por que el teatro es mentira y la mentira , la estratégia de la verdad"... Silvi Maturana, acompanhados de membros do TIT (taller de investigaciones teatrales) idealizado por Juan Uviedo na Argentina, nos tempos da ditadura, recebe um prêmio especial no Senado Argentino. Kur, D'Apice, Paulita, Batata, Carlos Roman,os companheiros assistindo!!
Gracias Juan! Gracias TIT!!! Merecidíssimo!!!!
Nas palavras de Kur, Mauri Kur
Kur Mauri La Asociación Argentina de Actores y el Honorable Senado de la Nación, acaban de otorgar -en el marco de la entrega de los Premios Podestá 2014- una plaqueta y un diploma como reconocimiento a su trayectoria "por ser un referente de militancia y resistencia cultural". 
La obra de Juan Uviedo, continuada por quienes fuimos sus discípulos, recibe de este modo el primer reconocimiento público por parte del gremio de Actores y el Estado Nacional.
Un orgullo para quienes - en la oscuridad de los años de la Dictadura Cívico Militar- participamos de esta aventura, en la que con arte ocupábamos las calles buscando quitarnos la loza represiva y despertar conciencias.
Una buena historia y análisis de la trayectoria del Taller de Investigaciones Teatrales entre 1976 y 1983 podrán encontrar en este link,https://kclpure.kcl.ac.uk/.../7936508/PhD_FINAL_PDF.pdf sobre la Tesis de Marta Cocco, pronto a publicarse.

Planetas: O dia de abrir os portões, porões estelares!

olá planetas!!! hoje sexta feira do verde abençoado, de fé e credibilidade totais, de amor pela natureza; o sol esta na casa do violeta das intensidades e conclusões, do poder de síntese, da transformação e finalizações; e a lua na casa do rosa propõe amplos contrastes, ambos dissolventes ar e água se beneficiam mutuamente e abrem um extenso polo de norte ao sul do cérebro e por consequência do sistema todo.
Curiosamente é no mês violeta o mais profundo e significativo ao respeito das penumbras do inconsciente humano, que algumas culturas permitem "soltar suas bruxas", fantasmas, sombras, lado-escuro, enfim tudo aquilo que se tem bem trancafiado naquela região sombria da cabeça, que oras negamos e oras encarnamos, o lado obscuro do coração!
No lado obscuro moram os seres atemporais que existem para uns e são imaginários para outros mas que reverberam no coletivo e de uma maneira ou de outra, todos brincaremos de santos e bruxas!!!
Signos exaltados: Escorpião(dia) Aquário (dia e noite) Touro e Virgem ( madrugada)
Signos desafiados: Escorpião e Touro (noite) Escorpião e Aquário ( madrugada)
                                          La Montaña. foto: Ana Luíza Monteiro.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Planetas: Divididos? Las Pelotas! É célula contra célula!

Planetas: olá planetas!!! hoje o sol violeta e a lua marrom passa para vermelha no fim da manhã, e assim no dia vermelho, teremos o vermelho duplicado na casa do violeta, situação muito exaltada é o fim da nova e ainda na madrugada entra crescente com toda força!!! Então quem não quiser confusão não deve provocar e se abster bastante, controlar o gênio, da minha parte meu violeta diz assim:
e psiu brasileiros exaltados!!! o lance do mapa é que esta invertido por conta da inversão da polaridade magnética; os do sul estão no norte e os do norte no sul, assim com  tudo misturado já não se sabe qual é quem, e esta é a melhor parte, agora com tudo misturado que ver separar o que do que, papo mais besta! como vai separar se é um geodo só, uma pedra só, como poderia se separar a nada do nada?mas não é privilégio brasileiro nem estrangeiro, até com o câncer aprendemos que essa guerra já vem de um apelo celular, célula contra célula, todos contra todos enfim, não levemos tão à sério, afinal tudo acaba em pizza, e que pizza!!!


                                                  pizza Angelo de Bellis foto Iuna Alexandre

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Planetas: Só o violeta nos capacita para a transformação*

olá planetas!!sol em escorpião/violeta, e a lua nova em capricórnio/marrom e hoje se trata de um dia do sol/dourado. 2 elementos do grupo do trabalhadores (egoicos) e 1 elemento do grupo dos juízes (fé), então estamos num clima produtivo, com alguns questionamentos provindos da fé do violeta que esta em tensão com o branco/passado pela manhã, e com o amarelo/presente pela tarde; deduzo então que os contras serão coisas do passado no caso do branco, e coisas que se dizem e não se entendem ou se mau-interpretam. Assim podemos encontrar desafios nas horas do dia; após o por do sol, as tensões desaparecem e ficamos num clima penumbroso do violeta, exótico, sensual-tropical que pincelado de dourado e marrom fazem um perfeito quadro para o sucesso do trabalho e dos sentimentos.
Signos em alta: Escorpião (noite e madrugada) Aries Capricórnio
Signos tensionados Escorpião Gêmeos (manhã) Escorpião Virgem ( tarde)
 

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Planetas: os últimos dias de outubro e o 1 fds de novembro 2014.


Agenda Cosmológica nos informa diariamente a posição dos planetas traduzidos para cores.
O dia esta dividido em 4 campos de 6 horas cada um, assim, das 6 horas quando nasce o sol até o ápice o meio dia, é o campo de fogo; e seu verbo é iniciar! Do meio dia até o por do sol, é o campo de terra; e seu verbo é resolver; do por do sol até a meia noite, é o campo de água, e seu verbo é fluir, da meia noite até o alvorecer, é o campo de ar e seu verbo é sonhar.
Todas nossas glândulas funcionam de acordo a esse relógio terrestre que é governado pelo sol a lua e os planetas que estão junto conosco neste movimento.
Cada quadrado com o simbolo (+) ou (-) representa a força de um planeta o mais tem um valor positivo de favorecer, o (-) tem uma expressão negativa, de se opor.
Sabendo de tudo isto podemos utilizar estas informações de formas variadas: desde programar nossa agenda e fazer cada coisa, ou as coisas mais importantes no melhor momento quando elas estão beneficiadas, escolher até a hora exata! Até a escolha do nosso vestuário, que influencia sim, de forma direta e reta! se eu saio no dia vermelho na hora vermelha do vermelho(-) , com uma roupa vermelha...tenho 99% de brigar ou ser agredida-um mero exemplo exagerado-.
Cada um pode utilizá la à sua maneira, uma coisa é: serve para tudo, serve para todos.

sábado, 25 de outubro de 2014

Ayahuasca* Da Amazônia para o Mundo.Assuntos da primeira World Conference Ibiza 2014

Em 1852 o explorador britânico Richard Spruce trouxe ao conhecimento da ciência ocidental o uso de uma bebida ameríndia, que hoje sabemos ser amplamente distribuída na bacia amazônica. Conhecida por dezenas de nomes em várias línguas diferentes, a ayahuasca é considerada medicina sagrada pelos povos que a usam há séculos. No Peru, por exemplo, tem seu uso medicinal e ritualístico legalizado, sendo considerada patrimônio cultural e histórico.
Ao redor da segunda metade do século XX, durante a intensificação da colonização amazônica, a ayahuasca se espalhou para outras regiões do continente. No Brasil, esse conhecimento indígena foi adotado e modificado por seringueiros e exploradores que deram origem a religiões reconhecidas e regulamentadas pelo governo. Mais recentemente, o uso da ayahuasca se espalhou por meios urbanos e atingiu diversas cidades, como, por exemplo, Nova Iorque, Rio de Janeiro, Lima, Santiago, Barcelona e Cidade do Cabo. Em alguns países, no entanto, ao contrário de medicina sagrada, é considerada droga, sendo inclusive proibida.
Esta expansão, iniciada no século XX, está se acelerando no século XXI, com pessoas de diversas partes, culturas e crenças buscando nos rituais com ayahuasca alívio para suas ansiedades, frustrações e dificuldades da vida moderna. Pacientes com traumas profundos, pessoas com depressão e também dependentes químicos buscam na ayahuasca soluções que não têm conseguido encontrar na medicina ocidental. Indivíduos considerados saudáveis encontram nestes rituais transcendência, iluminação, insights, criatividade e reconexão com algo que lhes parece ter sido esquecido há muito tempo. Cresce uma cultura global em torno da prática ameríndia ancestral, com a ayahuasca alcançando países da América do Norte, África, Europa e mesmo Oceania. E pessoas de todo o mundo viajam para a Amazônia com esperanças depositadas na bebida. Desta mescla cultural, emergem novas idéias, crenças, filosofias e também dificuldades desconhecidas anteriormente, com alguns relatos de problemas acompanhando os muitos casos de efeitos benéficos. Pode então o uso ritual dessa bebida causar danos a saúde? Pode o uso da ayahuasca induzir psicose, delírio, alucinações, paranoia e colocar o indivíduo em perigo?


Mas desafios aguardam também os usos não religiosos da ayahuasca, dado que o principal componente psicoativo da bebida, a N,N-dimetiltriptamina (DMT), é ilegal em todo o mundo, tendo sido classificada como perigosa, viciante e sem qualquer potencial benéfico. Entretanto, esta classificação política e jurídica, que entrou em vigor em alguns países no final dos anos 60 e rapidamente se espalhou pelo mundo todo no início dos anos 70, não tem base em evidências científicas. Nem a ayahuasca, nem a DMT, são substâncias viciantes. Ambas são de baixíssima toxicidade e tem seus potenciais benéficos cada vez mais reconhecidos por pesquisas científicas. É aqui, então, que encontramos o maior viés na maneira como as culturas ocidentais colonizadoras tratam a ayahuasca: proibição sem evidências claras de danos sérios e persistentes, mas mesmo frente a um crescente número de evidências de potenciais benéficos, a aceitação do uso ritual da ayahuasca continua enfrentando forte resistência.
Mas estas contradições, que levaram a ayahuasca de medicina sagrada a droga proibida, dificilmente serão resolvidas apenas por estudos e experimentos científicos, uma vez que que a causa do status jurídico atual da ayahuasca não decorre apenas das informações científicas. As dificuldades da sociedade contemporânea com a ayahuasca se originaram no processo colonizatório que marginalizou saberes e práticas intimamente relacionados aos estados não ordinários de consciência. Desde tempos imemoriais, estes estados são parte integral da vida comunitária na maioria das sociedades humanas, com a rara excessão da cultura industrial-capitalista hoje globalizada. Nesta cultura, qualquer estado de consciência diferente da vigília comum e dos sonhos é visto como patológico. Perseguidos e banidos de diversas formas ao longo de séculos, estes estados de consciência são hoje tema estranho ao cidadão comum e mesmo à maioria dos estudiosos da psique, da mente e do cérebro.

No que se trata destes estados de consciência, portanto, os especialistas não são os cientistas, nem os médicos, tampouco os psicólogos ocidentais com sua limitada experiência pessoal e comunitária. Os experts no caso são os curandeiros, xamãs, vegetalistas, pajés e afins. Estas pessoas recebem status privilegiado em suas próprias culturas justamente por sua experiência nos reinos não-ordinários da psique e de como utilizá-los em benefício de toda a sociedade. São estes indivíduos que detêm conhecimento profundo sobre como utilizar estas ferramentas de forma positiva, curativa e transformadora. E a abertura para o diálogo e a escuta despida de preconceitos é fundamental para o desenvolvimento de uma ciência verdadeiramente multidisciplinar sobre a ayahuasca. Portanto, serão muito bem vindos, na mesa principal da conferência, líderes de culturas tradicionalmente ayahuasqueiras como o Taita Juan Bautista Agreda Chindoy, da Colômbia, Siã Kaxinawá, chefe Huni-Kuin no Acre, Brasil e Taita Franklin Columba, curandeiro do Equador. Estes palestrantes, herdeiros diretos destes saberes ancestrais, farão um panorama dos usos centenários da ayahuasca em rituais de cura individual e como ferramenta de coerência e sobrevivência de seus respectivos grupos.
Pode então um conhecimento ancestral sobre a consciência humana ser relevante a uma sociedade globalizada, atualmente ameaçada pelos efeitos colaterais de sua própria ciência e tecnologia? Pode a ciência moderna ter se equivocado sobre aspectos fundamentais da consciência humana? Pode o uso ritual da ayahuasca nos ajudar a resgatar uma concepção mais ampla da consciência? Poderia esta expansão da consciência nos auxiliar na criação de um novo modo de pensamento que alimente atitudes mais conectadas com a realidade ecológica da qual somos parte? Pode a ayahuasca ser um instrumento na construção de um novo paradigma de desenvolvimento humano?
Buscando respostas para estas questões, e caminhando em direção a umapostersíntese coerente entre o pensamento ocidental e a sabedoria ancestral, além das palestras e diálogos, o evento contará com a projeção de MedicinaEste documentário, dirigido e produzido por Marcelo Schenberg, diretor executivo do Plantando Consciência, será exibido no festival como trabalho em fase de produção, em uma edição introdutória de 10 minutos. Outros filmes relacionados ao tema também farão parte do fórum de filmes que integra o evento, muitos ainda inéditos.
Medicina combina uma investigação do conhecimento perene, guardado por descendentes de povos ancestrais, com a disciplina acadêmica e científica. Em busca de uma síntese capaz de promover um novo paradigma não apenas na área da saúde, mas frente aos grandes mistérios da vida e morte, o filme trata de uma nova forma de se estar no mundo.

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Planetas: a procura da renovação*

olá planetas!!! hoje sexta feira dia verde, o sol na casa violeta se encontra com a lua, e isto marca a sua fase nova. Mundos e sensações diferentes, aquela coisa dispersa do ar vai se afunilando e faz um mergulho vertical nas profundezas, tão bonito e poético quanto letal e perigoso, é o Violeta, o Transformador, o calcinante raio desintegrador, o anjo Gabriel, a situação limite, as conclusões, os finalmente, tudo aquilo que prepara o campo para a semeadura. Então se bem algumas despedidas são necessárias, o sentimento é de renovação por isso alberga contradições, as razões não mais confortam a procura do Ser, que agora quer se servir do microscópio, e treinar o "olho penetrante" que sabe que pode descobrir nas pequenas coisas, a causa, e portanto: a cura, ou resposta para todos os males deste mundo. Este violeta que tem como representante a Lua, planeta companheiro da Terra, o mais próximo o que exerce a maior influencia, assim é em nossa cabeça, e o violeta nos influencia tanto quanto a lua à Terra. Desde essa profundidade da toca do coelho a Terra parece mais distante.
Signos fortalecidos: Escorpião. Câncer. Aries.
Larissa Bagnis

terça-feira, 21 de outubro de 2014

O som dos Planetas NASA Space Sounds

Planetas: e a solidão da raiz, subtematicas e subliminais códigos aos quais mau temos acesso.

olá planetas!! terça feira celeste agitador do ar e egoico de água, o sol na casa do azul e a lua minguante na azul também que se encontra no marrom, que é a Terra e o motivo pelo qual o sol esta emitindo "flares" explosões, e a Terra com uma temperatura bem acima da media e em ascensão. Bom tudo isto já estava previsto há tempos e por todos os calendários do planeta, a pergunta poderosa seria: há como reverter o processo? existe um plano B caso seja não a resposta da primeira pergunta?
Coisas assim, a minha impressão inicial é que este azul portador de todas as razões e soluções pacíficas, tem se mostrado nem tão pacífico assim. A ordem como êxtase da razão parece ter ficado no tempo de Platão mesmo, e tem horas parece que naquele tempo mesmo estamos.
Os planetas amanhecem com a lua fora de curso e negativa, deduzo que talvez a razão não mais nos conforte, mas ao meio dia melhor com tudo por que celeste e dourado que são ótimos primos se encontram  tingem tudo de luzes brilhantes onde a imaginação a criatividade a coragem e o brilho vêm à tona e podemos recuperar um pouco o fôlego.
Signos favorecidos: Libra. Câncer e Áries ( á partir do meio dia nos 3 campos)
Signos confrontados: Escorpião ( manhã)

domingo, 19 de outubro de 2014

+ Juan

Dom Juan e seu voto de pobreza - Juan Uviedo


por Jornal Alternativo - j.alternativo@uol.com.br
Dom Juan, quase aquele do Castañeda

Me falaram que o homem era muito interessante e curador muito competente, fui lá conferir. E bota interessante nisso!

O homem casou 6 vezes e tem 14 filhos (casou a primeira vez com 18 anos). Rodou o mundo, visitando tribos indígenas e estudando e dando aula em Universidades da Europa e dos Estados Unidos. Morou junto com o Carlos Castañeda, na Universidade de Berkeley, onde os dois davam aula. Dirigiu peças de teatro, na Broadway, na Europa e também aqui, no teatro Ruth Escobar. Faz um trabalho para crianças em São Tomé das Letras, sustentando e educando 30, mantendo uma brinquedoteca e fazendo doações de cestas de alimentos e presentes de Natal para mais outras 150 crianças. E pasmem: o homem fez voto de pobreza!!!

O homem é Juan Uviedo, 78 anos, argentino e cidadão do mundo, xamã e estudioso da ciência, psiquiatra formado em Paris e criador de um jogo das pedras, curador e fumante. Enfim Juan tem uma série de qualidades que eu quero ter quando crescer (já disse isso de outros entrevistados, me desculpem, mas só entra gente muito interessante nessa minha vida de entrevistador).

Entro no apartamento do Juan, aqui em São Paulo (ele mora em São Tomé, vem aqui para atender pacientes), e já começo a achar engraçado. O apartamento é duplex, a sala não é muito grande, mas quase não tem móveis, só uma mesa e duas cadeiras. Mas é um apartamento respeitável para um xamã. Ele percebe logo e vai dizendo: “Não estranha o apartamento, não é meu, não. O dono quer me dar, mas eu não posso aceitar porque fiz voto de pobreza há alguns anos. Venho aqui para atender pacientes e de tudo que eu ganho fico com 10% para distribuir pelos 4 filhos menores (19 a 31 anos, ele explica depois) e o restante vai para o trabalho da Associação Viva Criança, de São Tomé.”

Observo-o melhor e começo a achar o Juan um figuraço. Muito bem fisicamente, rosto sorridente e muito expressivo, todo vestido de branco, roupa bem folgada e descalço. E ótimo contador de histórias. Julguem vocês.

“Nasci quando minha mãe já tinha mais de 50 anos e um monte de filhas, só mulheres. Com 16 anos, pouco mais, já estava correndo mundo, tanto conhecendo tribos indígenas – conheci muitas pela América Latina -, como viajando pela Europa e pelos Estados Unidos. E a experiência mais fantástica, e o maior aprendizado, foi com os jivaros, aqueles índios do Equador que encolhem cabeças e são canibais. Fiquei lá 9 meses e só voltei porque eles me drogaram e colocaram numa canoa dentro de um rio e lá fui eu. Sem nenhuma roupa, aliás.”


‘Cola’ xamânica

“Me formei em Psiquiatria e Psicanálise em Paris, mas só estudava aquilo que eu gostava. Por exemplo, em Anatomia e Fisiologia eu só gostava de cérebro e coração e só estudava isso. Como já conhecia um pouco de xamanismo, sabe o que eu fazia? Escrevia na sola dos pés essas palavras – cérebro e coração – e depois batia os pés no chão, como eu tinha aprendido com os índios. E nas provas só caía isso, não dava outra.
“Dei aula em várias Universidades da Europa e dos Estados Unidos e continuei visitando tribos e aprendendo com os índios. Em Berkeley, no campus da Universidade, eu morei com o Castañeda, e aprendi muito com ele. E ele dizia que também aprendeu algumas coisas comigo. Ele tinha fome de saber, e também uma fome física incrível... Às vezes eu chegava em casa querendo comer alguma coisa, abria a geladeira e... nada. O Castañeda tinha zerado tudo. Alguns amigos brincam dizendo que eu sou o Dom Juan do Castañeda, mas não é nada disso. O Dom Juan não existe como pessoa, o Castañeda era um excepcional antropólogo e tinha uma sabedoria imensa – nós achávamos que ele não era deste planeta e sua ‘morte’ ou desaparecimento meio que comprovou isso. Então Dom Juan personificava todo esse conhecimento do Carlos, intelectual, arquetípico, intuitivo e outras sabedorias.”

E aí, São Tomé das Letras...

Depois de uma caminhada de muitos dias, cheguei em São Tomé das Letras e logo concluí que ali era a parada final. Sentei na montanha e meditei muito tempo e tudo foi se aclarando. Não só percebi que ali era o meu lugar, como descobri qual era de fato a minha missão nesta vida: cuidar de crianças. Eu tinha 14 filhos, resultado de 6 casamentos, mas nunca tinha sido grande pai.
“Engraçado é que poucos dias depois me entregaram um menino para criar, e esse menino é hoje presidente da associação para crianças que eu fundei e para onde vão os 90% do dinheiro que eu ganho.

“Dias depois de chegar a São Tomé liguei para minha mãe. Eu disse o nome da cidade e ela falou que eu tinha chegado ao meu destino – outra curiosidade é que eu nasci numa cidade chamada San Tomé, na província de Santa Fé, na Argentina. Poucos dias depois minha mãe faleceu, já bem perto dos 100 anos. Parece que ela estava esperando eu chegar a São Tomé.

“Tempos depois, comprei a montanha onde tinha sentado quando cheguei e tive as revelações. O povo da cidade ficou me olhando assim como se eu fosse bobo, porque todo mundo na cidade dizia que na montanha não havia água. Pois é, até agora eu já achei 5 nascentes na montanha...” (Juan diz ainda que já obteve autorização para ser enterrado na montanha, exatamente no lugar onde se sentou pela primeira vez e onde medita até hoje.)

Juan tem idéias curiosas também sobre como acabar, ou pelo menos diminuir, com a violência. “Sabe o caso do menino agora no Rio? A solução que eu daria era prender todos os parentes dos criminosos, além deles, claro. Prende pai, mãe, avó, filhos, tudo... Violência é sempre uma questão familiar, de educação e de karma... Os índios fazem assim e muito raramente há problemas nas tribos. Na Associação, nós também fazemos a divisão da responsabilidade em grupo. Se um garoto tira nota baixa na escola, os 3 ou 4 colegas de quarto são punidos junto com ele... Se alguém não faz a sua tarefa do dia e da semana, ninguém tem folga no fim de semana... E tudo funciona muito bem.”

Dom Juan faz atendimentos e leituras xamânicas e com o jogo das 64 pedras aqui em São Paulo, para onde vem todos os meses. E faz mais um mundo de coisas, até casamentos xamânicos. E a Associação Comunitária Viva Criança tem diversas atividades em São Tomé das Letras, desde a Montanha onde vivem, estudam e aprendem profissões cerca de 30 crianças, até a Brinquedoteca, a Biblioteca, o Mercado de Trocas, a Rádio Escola e vários eventos específicos.

Serviço: Para saber mais sobre a Associação, veja vivacrianca.blogspotcom.br ou ligue para 0xx35 9826 7540-

 Aprendendo a lição do relâmpago:
Observe o relâmpago rasgando o véu da escuridão. Faça o mesmo!
Rasgue a treva de seus medos. Projete raios intensos sobra a sua
própria escuridão e afaste os medos e dúvidas de sua mente e de seu
coração.
O ensinamento do relâmpago é sobre o PODER DA LUZ.
O seu símbolo é o OLHO ABERTO.
O seu presente é a visão espiritual.
Aprenda a olhar.
A morada do relâmpago é no centro da cabeça.

- Aprendendo a lição do trovão:
Escute o som do trovão ribombando na atmosfera. Sua manifestação
sonora é poderosa. Sinta esse poder no centro de seu umbigo.
Escute o trovão com toda sua alma!
O ensinamento do trovão é sobre o PODER DO SOM.
A natureza invisível fala. Aprenda a ouvir.
A morada do trovão é na barriga.

- Aprendendo a lição da chuva:
A missão da chuva é limpar a atmosfera e molhar a terra.
A sua lição é simples: fluidez
O ressecamento endurece a terra e dificulta a vida dos vegetais. A
chuva fluidifica o solo e equilibra as condições para o reino vegetal
desenvolver-se plenamente.
Medite na renovação propiciada na natureza pela chuva. Renove-se
também!
Nada de rigidez, fluidifique as suas emoções. Esqueça as tristezas,
limpe as mágoas e desenvolva-se plenamente.
A morada da chuva é o baixo ventre.

- Aprendendo a lição do vento:
O vento sopra por onde quer. A sua natureza é a liberdade de acessar
os espaços livres.
Pense que o seu espírito é livre como o vento. Medite nisso quando
deitar para o descanso diário. **
Seja uma flauta espiritual. Quando o sopro sutil viajar pelo seu
interior, toque a música. Voe com ela!A morada do vento é na garganta.

- Aprendendo a lição da terra:
A terra é alimentação, sustentação e firmeza.
Ela é a mãe do seu corpo de carne e dona de seus ossos.
Por isso, agradeça a ela por estar sustentando a sua viagem carnal.
Ela entra pelos seus pés!
E acaricia o seu corpo com o calor vital planetário.
Medite nisso.
O seu ensinamento é sobre o VALOR DA VIDA.
A morada da terra é na base da coluna.

- Aprendendo a lição xamânica:
Escute a mensagem do povo invisível:
Primeiro, cure a si mesmo, de dentro para fora.
Depois, expanda a sua luz e compartilhe a sua felicidade com todos os
seres da natureza.
O xamã é guiado pelo povo invisível. Suas canções são as mesmas deles.
Por isso eles permitem as suas viagens xamânicas pelos reinos
invisíveis.
O ensinamento xamânico é sobre o respeito a natureza e a REVERÊNCIA
AO PAI PRIMEIRO.
A morada do Pai Primeiro é em todo lugar!
Medite nisso.- Aprendendo a lição principal:
Medite na Luz do Pai Primeiro, o seu primeiro Amor.
O Grande Espírito é todo Amor.
Você e tudo o que existe são a expressão desse Amor.
A morada do Amor é o coração espiritual.
Desse centro ele irradia para todo o corpo e espalha a vitalidade.
Medite nisso.
Sinta o Amor e perdoe a todos aqueles que não o compreendem.
Medite no perdão.
Pense no raio que ilumina as suas trevas, no trovão que chama, na
chuva que limpa as suas mágoas, no vento que convida ao vôo do
espírito, na terra que o convida para a vida e no Amor que é a
essência divina em tudo.
Compreenda: O paraíso é dentro de você mesmo. Sinta-se feliz de saber
isso.
Perdoe a si mesmo e aos outros. Descarregue o peso das mágoas. Renove-
se!
Sente-se embaixo de uma árvore frondosa e respire a seiva vital.
Permita-se a uma união com ela. Deixe-a curar as suas feridas
internas. Agradeça ao povo invisível das árvores, torne-se amigo
deles. Abrace a árvore e agradeça.
Torne-se amigo do sol e da lua, do céu e da terra, dance com a vida e
alegre-se com ela.
Jamais esqueça de que o povo invisível acompanha a todos os seus
passos. Agradeça a eles pela proteção sutil e pela paciência de
trabalharem sem nenhuma busca de reconhecimento ou recompensa do
mundo dos homens.
Agradeça ao Pai Primeiro e a Mãe-Natureza.
O ensinamento principal é esse: ame, agradeça, cure a si mesmo e aos
outros, perdoe e alegre-se. Viva contente de saber essas verdades do
espírito. Pratique-as!
O Grande Espírito está em seu sorriso.
Medite nisso e viaje feliz.


ANIMAIS XAMANICOS

Quando xamanicamente compartilhamos da consciência animal, podemos transcender o tempo e o espaço, e, as leis de causa e efeito. A natureza da relação entre homem e o animal é de origem espiritual.
Todas as pessoas possui 4 animais xamânicos, sendo que cada um é responsável por um chackra e com uma atuação :

ORI – Animal que te Guia.

CARDÍACO – Animal que rege os sentimentos.

PERCEPÇÃO: Animal que conduz a Intuição, Vidência e Clarividência.

CENTRO – Animal que nos move (Revela a energia que fomos)

Geralmente os animais são de natureza selvagem e não domésticos. O nosso instinto animal é responsável pelo nosso lado mais forte, menos racional. Ele torna as pessoas resistentes a doenças, pois propicia um corpo vigoroso, protegendo de doenças infecciosas. Também aumenta a acuidade mental e a autoconfiança.
Quando uma pessoa está fraca e deprimida, ela perdeu seu poder animal.
Os animais de poder devem ser estudados e reverenciados, porque são poderes arquetípicos ocultos, que estão por trás das transformações humanas.
Quando se estabelece contato com o animal de poder, ele se comunica por sonhos, símbolos, palavras, pela escuta interior. Eles auxiliam; no diagnóstico de doenças (físico, mental, emocional ou espiritual), na realização de objetivos desafiadores, para encontrar objetos perdidos, para aumentar sua resistência e disposição, proteção contra inimigos e perigos, esclarece relacionamentos, auxiliam o autoconhecimento, nos direcionam para encontrar lugares de difícil acesso.
Quando uma pessoa está fraca e deprimida, ela perdeu seu poder animal.
Os animais de poder devem ser estudados e reverenciados, porque são poderes arquetípicos ocultos, que estão por trás das transformações humanas.


A que vos fala...

A que vos fala...
Sou uma mensageira do meu tempo, estudei música teatro medicina jornalismo e história; conheci o mestre Juan -em Teatro Buenos Aires- aprendi a desaprender tudo isso e a me reconectar com a fonte; com a #linguagemdascores, a lógica do Cosmos e a Cosmologia xamánica, vem para condensar toda essa experiencia; hoje calculo mapas cosmológicos, guio reprogramações e analiso jogos de pedras como terapia. Aplico todos estes conhecimentos no Planetas Studio, virtual e presencialmente; vivencio a transformação!

Postagens populares

Planeta Homem

Planeta Homem

Translate

Google+ Followers