Novo Sistema Trappist-1

Novo Sistema Trappist-1
+ 7 Planetas

sábado, 31 de janeiro de 2015

Agenda Cosmológica. Fevereiro 2015.

Olá Planetas!!! hoje é sábado um dia rosa último de janeiro, nos encontra com o sol na casa do rosa e a lua crescente na casa do celeste, um clima criativo que convida ao prazer, à katarsis, a saturação da plenitude, ao sair de si, a jogar pedras no vazio, a contemplar o abismo, a representar.
Neste clima lúdico os maus tragos podem se camuflar e isso é positivo do meu ponto de vista, já que a situação não é la das mais confortáveis.
Preto e Branco pugnam naturalmente um se opõe ao outro pelas suas tendências um todo ao material e o outro todo ao imaterial, embora um gere o outro, o conflito se reaviva na parte do "como" administrar as riquezas planetárias.  O imediatismo do preto de querer resolver a tudo custo a insaciável sede de consumo da sociedade cobiçosa do verbo comprar, dizendo que assim resolve as necessidades do sistema falido ( mas que nos sustenta a todos),e o pecado absoluto do estúpido branco e suas ideias predatórias do tipo luz para todos sem saber se conseguirá sustentar o sistema ( e não conseguirá) e depois deixando a bronca para Jesus resolver. Enquanto isso os recursos naturais se despilfarram de modo igual de um lado e do outro, tempos difíceis onde pouco e nada fará sentido.
A estratégia pode ser utilizar muito bem os bons momentos que serão pouco porém podem fazer toda a diferença!!!! O carnaval define muito bem o espírito do rosa, o momento do ano de vestir a fantasia e deixar a seriedade para outra ocasião!

domingo, 25 de janeiro de 2015

Agenda Cosmológica. Última semana de janeiro 2015.


Na Agenda Cosmológica os planetas, signos e cores nos falam de uma determinada área de manifestação humana; assim como no Mapa Cosmológico,
Identificando o assunto que aborda cada cor saberemos pelos sinais de (+) positivo e (-) negativo, saberemos qual é o setor que esta beneficiado ou tensionado.
São 12 pontos de análise, 12 signos, 12 planetas.

Ponto 1- cor preta. se refere ao mundo material, ao poder humano, ao dinheiro.
Ponto 2- cor branca- se refere ao mundo espiritual formal ( tradição), história familiar, memórias.
Ponto 3-cor amarela- o modo de comunicação da pessoa, como convence, maneira de se comunicar.
Ponto 4- cor prata- se refere à jogo de cintura da pessoa, da estratégia o modo como ela se moverá nas situações.
Ponto 5-cor dourada- é o brilho da pessoa, seu talento, a sua especialidade.
Ponto 6-cor rosa- o prazer da pessoa, o modo de relaxar e divertir-se.
Ponto 7- cor verde- o modo da pessoa se alimentar, de se dar aos outros, de fazer amizades.
Ponto 8- cor celeste- os amores- relacionamentos íntimos-filhos-
Ponto 9- cor vermelha- as paixões, o modo de acionar instintivamente, a força pessoal.
Ponto 10- cor azul escuro- o modo de pensar, de entender o mundo, de aprender.
Ponto 11- cor marrom- o modo de se estabelecer na Terra, as propriedades, a política.
Ponto 12- maneira de levar à conclusão. As finalizações.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Planetas: A espetacular entrada do rosa!



Olá Planetas!!! terça feira hoje, dia celeste o sol muda para a casa do rosa e a lua também, e registramos a lua nova às 9:15 desta manhã.
A Energia Rosa propulsora da distensão usando como arma a risada a máscara a diversão sem medos, o ápice do fruto, a saturação dos sentidos, o prazer , as representações, o teatro como medicina social, o "afastamento de si".
Na frequência do grupo dos egoicos, o rosa veem para elevar as aspirações do marrom e sublimá-lo, provar que nada é tão sério assim, e a pantomima, o homem que se reflete no espelho do palco e acha sua própria estupidez e se redime se transforma apodrece aquilo que já elevou e promove assim o nascimento do novo.
Esta energia gostosa guia os aquarianos, move os escorpioninos, é o sentimento do taurino e a percepção do leonino.
Gêmeos está sentado nela, Sagitário a tem na garganta, Virgem na mão direita e peixes no pé direito.
Capricórnio a tem na mão esquerda, Câncer n pé esquerdo, Libra nas costas e Áries na vescícula.
Onde for que ela este promove as festas a diversão os jogos
e tudo aquilo que sabiamente nos distancie da realidade.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Agenda Cosmológica. Janeiro/4, 2015.


A quarta semana de janeiro continua tensa. Nem refresca e nem venta, se somam às intervenções infelizes dos humanos, os planetas, que não chegam a um acordo tampouco. Acrescidos de preto e branco contra, que prometem nos acompanhar durante todo o verão, entram em cena prata e vermelho negativos, situação que, além de deixar o fogo inteiro mau disposto, tensionam os manipuladores da terra  e estaremos atolados até a quinta feira quando alivia um pouco.
A fórmula que pode minimizar estes efeitos devastadores se torna lá um tanto inócua, e assim só a santa paciência mesmo poderá nos salvar.
Dentro da infinita variedade das verdades subjetivas, parece uma resultante natural que quem mantiver a sua num bom lugar e persistir nela, certamente se encontrará em vantagem, pois esta verdade subjacente e subjetiva é a que manterá a sua mente livre de preocupações.

domingo, 18 de janeiro de 2015

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Os parâmetros gregos do Teatro. Por Kur Mauri.



Y seguimos desparramando sabiduría tal como antes de partir, nos lo ordenó el legendario Provocador, Don Juan Uviedo. 

Resulta que los Griegos no tenían Teatro de Calle, porque su teatro era parte de la calle y a nadie se le ocurriría en ese tiempo cobrar entrada para andar en la calle y ver cosas hermosas -venia incluido en el paquete - porque en esa época el Arte era parte de la Existencia y no te cobraban entrada por existir, ya bastante se sufría sin móvil, ni Facebock ni Wathsapp.

Cuando ingresaban al Stadium las personas se agrupaban en las tribunas según la preferencia de su personaje. De un lado se ubicaban los que estaban a favor de que el Minotauro lograra escapar y del otro los que aplaudían a Dedalo, quien le había hecho el laberinto para encerrarlo. Del mismo modo que hoy cuando los de Boca se juntan de un lado y los de River del otro lado. Es por estos còdigos que existìan varias versiones del Minotauro. Por eso, algunos Boca-Rìver son màs leyenda que otros.

Estos griegos antiguos - sin móvil, ni Facebock ni Wathsapp - tenían muy bien codificado los movimientos y acciones de su Teatro, tanto hacia lo que debía ser y hacer el público como hacia quienes ejercían el arte del Teatro, es decir los actores.

Es importante señalar que los Griegos no son cualquier pueblo: son los que inventaron las columnas vertebrales de nuestra forma de ver las cosas y razonarlas , aparte del Mantecol de Georgalos, su más importante legado.

Para ellos - como para nosotros - el Teatro Burgués, con su sala, su boletería y sus butacas numeradas según la clase social a la que pertenezcas, eran - como el teléfono móvil, el Facebock y el Wathsapp - una pesadilla del futuro y por eso nuestras referencias al hablar de Buen Teatro están en la calle y no en las marquesinas en las que los capitalistas suelen gastar fortunas.



Destaquemos algo importante para los artistas callejeros: el teatro de los griegos era un juego físicamente circular y espiritualmente festivo.
Y ahora voy donde quería llegar: parte de esa codificación eran los 6 Parámetros: dado cualquier texto, una buena o mala actuación se evaluaba según los niveles de esos 6 Parámetros, las claves de una buena re-presentaciòn o re-producciòn de la Re-alidad.
Veamos cuales eran:
1-Morpheo – "los códigos" y reglas entre público y actores. Se trata de una regla por la cual todos saben lo que deben hacer y cuando hacerlo, por ejemplo, reírse. Esta regla es la que hace que en un ruedo de calle todos se rían al mismo tiempo, algunos más y otros menos. Y por corolario todos sabemos que un artista es bueno o malo según la cantidad y calidad de risas y emociones que provoca. Y esto no es vàlido solo para el humor, en estas claves también la poesía tiene su espacio.
2-Mimesis – La representación y el diálogo. Re-presentar a un personaje: por más que en la vida verdadera se parezcan, en la vida teatral deben re-presentar y establecer con el publico una relación de comunicación: eso es el dialogo. Cuanto más se lo crea uno, más se lo creeràn los otros. Y cuanto más, mejor. Es de destacar que el "dialogo" no debe ser específicamente verbal.
3-Agon – La acción. La acción es vital , de hecho "actuar" viene de "accionar" y de "actualidad". Puede haber dialogo y comunicación, pero si no hay acción es imposible hacerle creer nada a nadie.
4-Luxus – la ilusión producida. El público debe creer que está en ese lugar donde los actores lo sugieren con su acción , deben creerse que esos personajes sufren, gozan o que transitan una agonía.
5-Ilinx – El vértigo, las tensiones y el ritmo. Una pieza teatral sin vértigo es como un cuerpo sin vida: está ahí y es lindo, pero esta "muerto". El triunfo del Circo sobre el Teatro se debe a este parámetro, porque el Circo es pura Acciòn y escaso diálogo verbal.
6-Alea – El azar o el imprevisto. Una pieza teatral debe ser un reloj que permita hacer participar al trueno y al relámpago si estos aparecen de improviso y no matan a nadie. Una pelota de fútbol cae al ruedo del payaso y él sabe que la debe atrapar, lanzar o robársela y es por la presencia de este azar que lo que ocurra a continuación será justamente lo mas entretenido de la pieza.
En fin, saquen sus conclusiones y enjoy!

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Cosmologia Xamânica.Ferramentas cosmológicas: O mapa de gestação.

As raízes desta ciência remontam à ancestralidade do Xamanismo. A palavra COSMOLOGIA deriva do conceito Lógica do Cosmos, Cosmos esse onde nos integramos, e onde em determinado momento assumimos o compromisso de aprender a mover-nos no sentido da nossa Evolução. Uma vez sintonizados com esta Força e Energia Cósmica, mais facilmente conseguimos manifestar harmoniosamente todo o nosso Potencial Energético, e expressar a nossa magnitude enquanto Seres Transcendentais. Uma vez alcançada esta sintonia, envolvemo-nos graciosamente naquilo a que se chama, a “Dança do Universo”.
Através da elaboração da Mapa de Gestação/Mapa Cosmológico, é possível conhecer-se de que modo a influência dos planetas e das energias que entraram durante as lunações do tempo de gestação, influenciam a matriz energética do homem (as 12 energias que o constituem enquanto Ser), e como o caracterizam enquanto Indivíduo. Consegue-se perceber como essas energias fluem, como se interligam e como se distribuem ao longo do seu corpo e mente. Desta forma, consegue-se perceber não só a personalidade do Indivíduo e suas tendências, como também, entender de que modo ele percepciona e sente o mundo, com que propósito veio, o que o move e a forma como age.
Uma das ferramentas cosmológicas iniciais, é o mapa traçado à partir dos dados do nascimento, hora, local, tipo de parto: normal ou cesárea. A diferença principal com o mapa astrológico radica no tempo mapeado, enquanto um nos fala do dia do nascimento e especifica as heranças celestes correspondentes à esta data/hora/local, o mapa cosmológico analisa os planetas - como energias/forças- na data do nascimento e a partir dela faz uma regressão no tempo até encontrar a
data  da concepção do Ser, e assim acompanha todo o tempo da gestação registrando a atividade planetária neste período.
Desde tempos imemoriais o homem segue às estrelas por natural inclinação, a novidade deste mapa é mostrar como durante todo o processo mágico da gestação se imprimem as memórias os "chips" como chamamos carinhosamente que são nada mais e nada menos que as capacidades ou potencialidades que cada indivíduo traz marcado desde o nascimento. Esta marca esta gravada tão fortemente que é a que nos conduz à certas "repetências" no nosso modo de agir; aqui podemos analisá-las, revelá-las e trabalhá-las. É esta marca também ( simbolizada em parte pelo número que acompanha a energia) a que nos guia pelos melhores momentos para fazer tal ou qual coisa.
Cada energia (força planetária) que compõe nosso universo interior ( nosso cérebro) tem um desempenho e atuação em dependência de seu grau evolutivo da sua própria natureza e da sua conexão atual, e ainda da sua posição no conjunto ( vácuo).
Exemplo: num mapa capricorniano é a cor/energia marrom a energia condutora ( localizada no topo da cabeça) isto nos diz que a força mais alta e cerebral de um capricorniano é a quem se relaciona com trabalho/política/negócios/liderança/, se analisarmos seu número 1 ou 10 19 28 (todos relacionados àceitação em 4 estágios diferentes) veremos que é uma força que gosta de iniciar coisas, e essa é sua virtude, se lhe pedirmos constância ou conclusões talvez fiquemos desapontados; se analisarmos sua conexão, marrom do azul ( a bolinha marrom traça uma conexão com a bolinha azul), veremos que o interesse ou foco deste marrom, será a área do conhecimento, dos estudos, do que esta "in" no presente.
O mapa se faz uma vez na vida, já que nascemos só uma vez, porém ao progredir dos anos, progridem os ciclos e se repetem como numa espiral; dali se o número for 1 se repetira´de ano em ano, se o número for 10, será de 10 em 10 anos, e assim saberemos quando iniciam e findam nossos ciclos e podemos nos preparar melhor para as mudanças.


Faça seu mapa. Faça sua progressão 2015.https://www.facebook.com/flavita.mk
depósito Banco Itau Agencia 5304 Conta Poupança 01508-3/500 valor R$ 300,00

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Agenda Cosmológica. Janeiro/3 2015.



Olá Planetas!!! iniciamos a terceira semana de janeiro com o sol na casa do marrom, a lua minguará nesta madrugada, quase próximo ao amanhecer de terça, na casa do azul.
As energias se mantém numa base de preto e branco negativos e celeste e amarelo positivos que esta refrescando a situação, já que os positivos são os manipuladores do elemento ar, digamos que neutraliza a negatividade do branco e reforça o azul que é o foco do marrom. A Terra toda esta passando por um processo azul, agora Todos Sabem Tudo. É um tanto à mais do que livre arbítrio.
As forças da lua minguante nos convidam a trabalhar no interior a construir para dentro, Trabalhar sobre si mesmo e avançar nos estudos está favorecido! Boa semana a todos da tribo da cosmologia*

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Mis 4 Juanas.

La primera Juana de mi vida, antes de conhecer a Juan* e tudo isso...; fue Azurduy, flor del Alto Peru, no hay otro capitán mas valiente que tu!!! Suena el tambor... más allá de Jujuy ... que la revolucion viene oliendo a jazmin; tenho cantado estes versos desde os 8 anos de idade e sempre fiquei encantada con la imagen de Juana en su caballo, inspirando a las mujeres a pelear contra el español, la amé a primera vista, yo fui su caballo su pelo y su canto;
la segunda e arrepiante Juana, de Arcos parlais en français, une langue que je cognée, um feu que jái prouvée, um dejà-vû; la terceira Juana se me apresentou no curso de História en la Universidad de Buenos Aires, y es la "loca" directamente de la corte de Sevilla & Aragão; la legítima quinta linha do hexagrama 36, teatral e emblemática exageradamente espanhola; e esta 5 surge da fogueira da Montanha, do fogo azul das bruxas, como reconhecimento de mim mesma e também como homenagem a Juan, e é 5 sou eu, é mais que flávia que é quase um adjetivo romano do tipo "paulista" ou "carioca", por isso me representa melhor nos tempos atuais.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Agenda Cosmológica: Janeiro/2 2015.


Olá Planetas!!! a segunda semana de janeiro, hoje quarta feira um dia dourado, o sol na casa do marrom, a lua cheia na casa do preto. Precisões. Assuntos pontuais.
Devo frisar aqui, que os calendários como boa parte de todo o resto, estão sob o manto de uma manipulação energética que data desde a mudança do calendário feita pelo Papa Gregório IV..
Aqui, manipularam os dias da semana, para confundir a "plebe" e limitar o "acesso à senha celeste" para assim só uma elite espiritual saberia com quem falar e quando. seguindo este plano*, decretou-se o fim do ano no fim do ano comercial para poder (acertar as contas) e assim, privar da colheita, da conclusão; bom e se nós não colhermos, outro colherá. Quero dizer que estamos no período das conclusões do ano verde, que só finda com o fim do verão.
As energias continuam na tensão de preto e branco negativos que é bastante molesto, já que nos deixa um tanto empatados, pareceria que não desenrola de lá nem de cá; precisaremos de muita paciência e de inspirar-nos na água para mover-nos, contornando, sendo flexíveis, procurando as frestas para continuar. Porém o preto que é um dos manipuladores da água está negativo pelo qual a matéria pode se ausentar ou não ser suficiente. O elemento terra é o que tem mais possibilidades e este mês marrom esta generoso e exuberante! Aproveitemos da Natureza!

domingo, 4 de janeiro de 2015

Planetas: O mês da Terra.










Está tudo escrito no grandioso livro da Natureza. As propriedades terrestres das plantas estão inscritas na forma das suas folhas, e sua propriedades celestes, na cor das suas pétalas.

A que vos fala...

A que vos fala...
Sou uma mensageira do meu tempo, estudei música teatro medicina jornalismo e história; conheci o mestre Juan -em Teatro Buenos Aires- aprendi a desaprender tudo isso e a me reconectar com a fonte; com a #linguagemdascores, a lógica do Cosmos e a Cosmologia xamánica, vem para condensar toda essa experiencia; hoje calculo mapas cosmológicos, guio reprogramações e analiso jogos de pedras como terapia. Aplico todos estes conhecimentos no Planetas Studio, virtual e presencialmente; vivencio a transformação!

Postagens populares

Planeta Homem

Planeta Homem

Translate

Google+ Followers