Novo Sistema Trappist-1

Novo Sistema Trappist-1
+ 7 Planetas

sábado, 5 de março de 2011

Tyche, o novo planeta gigante do sistema solar

Com uma dimensão 4 vezes maior à do planeta Júpiter, Tyche pode ter passado despercebido pois se encontra atrás de um astróide gigante.È o maior dos planetas avistado até hoje e conta com luas e anéis orbitando ao seu redor.Tyche significa "sorte" em grego, mais tarde os romanos chamariam de "fortuna".Os cientistas justificam que Tyche haja passado despercebido até hoje, argumentando que ele se encontra atrás da Nube de Oort um imenso asteróide localizado às margens do nosso sistema.O explorador infra-vermelho da NASA o "Wide-field Infrared Survey Explorer", já enviou a confirmação do elusivo planeta. O imenso planeta se encontra a uma distãncia  15.000 vezes mais longe do que a Terra do Sol, composto por hidrogênio e hélio, sua temperatura foi calculada em -73 graus C. Se a existência de Tyche se tornasse oficial, isto não lhe garantiria um lugar na elite dos planetas do sistema solar, pois alguns cientistas afirmam que Tyche  nasceu noutro sistema estelar e por algum motivo foi absorvido pelo nosso sistema. È curioso mais ao aceitar a possibilidade de que exista um planeta oculto em nosso sistema, nos lembramos de Nibiru o planeta proposto por Zecharia Sitchin, que disse ter achado em antigos textos sumérios ;a referência a este planeta gigante e às visitas extraterrestres ao nosso planeta, eventos que tem passado despercebidos pois este planeta transitaria num eixo diferente dos outros motivo pelo qual não teria sido avistado antes.Comprovados ou não, o certo é que estamos numa época de intensas revoluções em todos os campos, não seria estranho que o cosmos como fiel espelho da Terra ( na real a Terra é o fiel espelho do cosmos) (o que está encima é igual ao que está embaixo) tenha também suas surpresas e revoluções que estamos já conhecendo.

A que vos fala...

A que vos fala...
Sou uma mensageira do meu tempo, estudei música teatro medicina jornalismo e história; conheci o mestre Juan -em Teatro Buenos Aires- aprendi a desaprender tudo isso e a me reconectar com a fonte; com a #linguagemdascores, a lógica do Cosmos e a Cosmologia xamánica, vem para condensar toda essa experiencia; hoje calculo mapas cosmológicos, guio reprogramações e analiso jogos de pedras como terapia. Aplico todos estes conhecimentos no Planetas Studio, virtual e presencialmente; vivencio a transformação!

Postagens populares

Planeta Homem

Planeta Homem

Translate

Google+ Followers