Novo Sistema Trappist-1

Novo Sistema Trappist-1
+ 7 Planetas

terça-feira, 8 de março de 2011

Ciência e Religião: a grande separação

Na lógica formal, uma contradição é sinal de fracasso; entretanto, na evolução do verdadeiro conhecimento, a contradição assinala o primeiro passo no progresso em direção à vitória.
O espírito e a ciência são as duas grandes abordagens pelas quais a humanidade busca a verdade. Ambas estão procurando a verdade sobre nós e nosso universo, ambas estão buscando respostas para as grandes perguntas. Elas são dois lados da mesma moeda.
Unidas na origem
Os sumérios ( 3.800 a.C.), a mais antiga civilização conhecida, consideravam iguais os esforços de compreender tanto o mundo ao redor como o mundo espiritual. Havia um deus da astrologia, um da horticultura, um da irrigação. Os sacerdotes do templo eram escribas e tecnólogos que investigavam esses campos do conhecimento.
Os sumérios conheciam o ciclo de 26 mil anos, a precessão dos equinócios, as técnicas para a mutação das plantas com fins de produção de frutas e legumes, e ainda possuíam um sistema de irrigação que nutria todo o crescente fértil ( a bacia dos rios Tigre e Eufrates).
Avancemos 3.000 anos até a Grécia antiga. Filósofos faziam grandes perguntas como:"Por que estamos aqui"  ou "O  que devemos fazer de nossas vidas?". Eles desenvolveram a teoria do átomo, estudaram os movimentos celestes e buscaram os princípios universais para o comportamento ético. Durante milhares de anos, o único estudo do céu foi a astrologia. Da astrologia surgiu a astronomia moderna que deu origem à matemática e a física. A Alquimia, a busca da transmutação e da imortalidade, gerou a química, de onde mais tarde surgiram como especializações a física das partículas e a biologia molecular. Hoje, a busca da imortalidade é conduzida pelos bioquímicos que estudam o DNA.

A que vos fala...

A que vos fala...
Sou uma mensageira do meu tempo, estudei música teatro medicina jornalismo e história; conheci o mestre Juan -em Teatro Buenos Aires- aprendi a desaprender tudo isso e a me reconectar com a fonte; com a #linguagemdascores, a lógica do Cosmos e a Cosmologia xamánica, vem para condensar toda essa experiencia; hoje calculo mapas cosmológicos, guio reprogramações e analiso jogos de pedras como terapia. Aplico todos estes conhecimentos no Planetas Studio, virtual e presencialmente; vivencio a transformação!

Postagens populares

Planeta Homem

Planeta Homem

Translate

Google+ Followers