terça-feira, 19 de julho de 2011

Mudança de paradigma. Para ir mais fundo.

As grandes perguntas são o ponto de partida para toda descoberta. E se colocarmos todas as coisas que acreditamos serem "reais"  e as levamos de volta ao laboratório para saber do que elas são feitas? Para Demócrito o primeiro filósofo grego que vislumbrou a existencia do átomo " não existe nada a não ser átomos e espaços vazíos; o resto é opinião. Foi um grande ponto de partida...então vieram os microscópios eletrônicos, os aceleradosres de partículas....no final das contas aqueles átomos eram pacotes de energia...aí, entra a física quántica que revela que não são pacotes de energia e sim, condensações momentâneas de um campo de energia... cada átomo consiste quase totalmente de "espaço vazio"... e agora a pesquisa avançada esta sugerindo que aquele espaço vazio; está tão cheio de energia que 1cm cúbico contém mais energia de que toda a existente em todo o universo conhecido!
Muito antes dos filósofos gregos e -certamente dos físicos quânticos- os sábios da India sabiam que alguma coisa importante acontecia fora do domínio dos sentidos. Os videntes, tanto hindús quanto budistas, ensinavam e ainda ensinam que o mundo das aparências , o que percebemos pelos 5 sentidos é "maya" ou ilusão, e que existe alguma coisa subjacente ao reino material, algo mais poderosos e fundamental, mais "real", a pesar de intangível. Como sugerem tantos textos espirituais, existe uma "realidade superior", mais fundamental que o universo material, relacionada à consciencia.
Isso é exatamente o que a física quântica está revelando. Ela sugere que no núcleo do mundo físico existe um domínio " não físico", que pode ser chamado de informação, de ondas de probabilidade ou de consciencia;, e, embora digamos que tudo é feito de átomos, se a visão quântica estiver correta, seremos obrigados a admitir  que esse campo subjacente de inteligencia é, na essencia, o que o universo "realmente" É.

A que vos fala...

A que vos fala...
Sou uma mensageira do meu tempo, estudei música teatro medicina jornalismo e história; conheci o mestre Juan -em Teatro Buenos Aires- aprendi a desaprender tudo isso e a me reconectar com a fonte; com a #linguagemdascores, a lógica do Cosmos e a Cosmologia xamánica, vem para condensar toda essa experiencia; hoje calculo mapas cosmológicos, guio reprogramações e analiso jogos de pedras como terapia. Aplico todos estes conhecimentos no Planetas Studio, virtual e presencialmente; vivencio a transformação!

Postagens populares

Planeta Homem

Planeta Homem

Translate

Google+ Followers