terça-feira, 13 de setembro de 2011

A Iluminada- o dia que marta lopes se sentou no meio da praça-

Cap 1: Cena 2  Marta Lopes e a Glândula Pineal
Do outro lado da praça, olhando do coreto em meio as névoas caraterísticas do local montanhoso sulmineiro, marta consegue distinguir um pequeno corpo em forma de cone, que varia de tamanho conforme o estado mental, semelhante a uma pinha.
- alto lá! quem se aproxima?
- me chamam de glândula pineal, pois me assemelho a uma pinha
- qual a ciência que te conhece?
- a ciência conhece pouco de mim e as minhas funções...
- e que funcões são essas? - marta já estava ficando nervosa com a petulância do cone falante
- minha função é governar diretamente os órgãos geradores e o cérebro
- você é a presidenta das glândulas!
- meu cargo é : Generalíssima!!!
-!!! e de onde você vem?
- da pia mater, de onde vemos o passado com a mente aberta  lemos nas entrelinhas e as palavras dos livros da terra se tornam uma mina cheia de gemas de raras espécies;  e você?
- de um lugar ao sul, prateado, argentum
marta lopes ficou em silêncio digerindo as informações de sua nova amiga cônica, e chegou à certera conclusão que se existia algo mais petulante e pretensioso do que um conterrêneo seu, só podia ser essa tal de glândula pineal.

A que vos fala...

A que vos fala...
Sou uma mensageira do meu tempo, estudei música teatro medicina jornalismo e história; conheci o mestre Juan -em Teatro Buenos Aires- aprendi a desaprender tudo isso e a me reconectar com a fonte; com a #linguagemdascores, a lógica do Cosmos e a Cosmologia xamánica, vem para condensar toda essa experiencia; hoje calculo mapas cosmológicos, guio reprogramações e analiso jogos de pedras como terapia. Aplico todos estes conhecimentos no Planetas Studio, virtual e presencialmente; vivencio a transformação!

Postagens populares

Planeta Homem

Planeta Homem

Translate

Google+ Followers